sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Os Milagres das Palavras

Os milagres da Palavra leva a palavra ao entendimento , ao coração, à imaginação dos outros, os mais recônditos segredos da nossa alma. Grandes, variados, estupendos os efeitos da palavra! Move todas as fibras do coração humano; consola, aflige, irrita, estimula, acalma. No balbuciar da criancinha tem encantadora magia, na infância é o enlevo dos pais, nos lábios dos velhos é solenemente triste, como triste é o despedir do crepúsculo cedendo lugar às trevas da noite. No jovem é falgazã e alegre, ponderada e madura no varão. Na boca do general dá ímpeto e ânimo ao soldado, na do mestre ilumina a inteligência, na do orador ora revolve as multidões, ora serena paixões exaltadas; desperta os frios, infunde brios ao indolente. A mesma palavra consola, repreende e anima. Na boca do poeta a palavra fala à fantasia e ao coração, povoando aquela de imagens, revolucionando o coração de afetos. A ciência que revela os metais contidos nas entranhas da terra é admirável, admirável a que penetra no fundo dos mares, e nos mostra os segredos que lá se ocultam; admirável a que remonta muito acima das nuvens e nos comunica fenômenos não suspeitados; admirável a que chega a penetrar no interior dos astros para nos dar com segurança sua composição íntima. muito mais admirável, porém, é o dom da palavra que manifesta os segredos da alma humana mais profunda que os mares, mais alta que a atmosfera, mais recôndita que os astros.Dom Silvério Gomes Pimenta ( Discurso de recepção na Academia Brasileira de Letras) in Florilégio da Literatura Luso-Brasileira páginas 170-171- Silveira Bueno Livro Restaurado - Sem identificação de data e editora Luiz Delfino

3 Comentários:

Às 28 de janeiro de 2009 02:33 , Blogger Alice Matos disse...

Lindo texto...
Boa escolha...

Aqui fica o meu beijo...

 
Às 28 de janeiro de 2009 09:28 , Blogger Mariana disse...

que trecho belíssimo, mto mto mto.

 
Às 7 de junho de 2010 11:22 , Blogger Ramon disse...

Very good, perfect the text.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial